multas mais frequentes no Brasil

Quais são as multas mais frequentes no Brasil e como evitá-las

Quem dirige sempre tem que tomar cuidado com as multas, mas mesmo com a cautela pode ocorrer do motorista cometer uma infração. Entre as multas mais frequentes no Brasil está uma bem simples de ser respeitada, mas que no cotidiano acaba não sendo: avançar no sinal vermelho.

Às vezes por pressa ou distração, um condutor pode acabar cometendo esse deslize e avançar o sinal vermelho. Para tentar compreender melhor o funcionamento do trânsito, de 2009 a 2019, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou o número de multas aplicadas.

O total passou de cerca de 3 milhões para mais de 5,7 milhões multas aplicadas. O número assusta e também demonstra o quanto estar atento na hora de dirigir é primordial para a segurança, tanto do condutor quanto dos outros motoristas na estrada.

No artigo de hoje, vamos abordar os tipos de infrações de trânsito e quais as multas mais frequentes no Brasil tomadas pelos motoristas. Confira!

O que é infração de trânsito?

Para organizar o trânsito, normas de comportamento são aplicadas para que os motoristas trafeguem com cuidado, sem riscos aos demais para seguir o caminho a seus destinos. Quando uma norma é desrespeitada pelo condutor, essa ação é chamada de infração de trânsito.

Em que basicamente se constituiu como uma forma de penalizar o motorista por não respeitar o cumprimento de determinada regra. Quando um condutor recebe uma infração, ocorrem duas ações. A primeira é a perda de pontos na carteira do motorista, e em segundo a multa a ser paga para o Estado. Dependendo da gravidade, as infrações recebem uma classificação que influencia nos valores de pagamento e descontos de pontos na carteira do motorista.

Tipos de multas

As multas de trânsito possuem 4 classificações: leves, médias, graves e gravíssimas. Em que podem levar até a apreensão do veículo e suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A cada infração somam-se pontos na carteira, cada ponto tem validade de 12 meses.

Caso houver um acúmulo de 40 pontos, o motorista terá de responder a processo levando a cassação da CNH. Entenda melhor cada uma das infrações:

Leves

As multas classificadas como leves, retiram 3 pontos da CNH do condutor, o pagamento consiste em cerca do valor de R$ 88,38. Entre os exemplos de multas leves, estão: Conduzir veículo sem os documentos de porte obrigatório; Deixar de atualizar o cadastro de registro do veículo; Estacionar na calçada, canteiros ou na faixa de pedestre; Estacionar afastado da guia da calçada (meio-fio) de 50 cm a 1 m, entre outros.

Médias

Em relação às multas classificadas como médias, são retirados da CNH do condutor cerca de 4 pontos. Já sobre valores, a multa custa em torno de R$ 130,16. São exemplos de infrações médias: Parar o veículo em um cruzamento; Parar ou estacionar em locais e horários proibidos; Parar sobre a faixa de pedestre quando houver mudança de sinal; Deixar de remover o veículo após um acidente sem vítimas; Parar por falta de combustível; Usar placa em desacordo com a legislação; Usar no veículo aparelho de som que perturbe o sossego público.

Graves

As infrações tidas como graves tendem a retirar 5 pontos da CNH do condutor, em relação a multa, o valor fica em torno de R$ 195,23. Entre os tipos de infrações desse tipo estão: Não usar cinto de segurança, válido para todos os ocupantes do veículo; Deixar de prestar socorro à vítima de trânsito quando solicitado; Transitar com velocidade superior à permitida em até 20% nas rodovias; Transitar com velocidade superior à permitida em até 50% nas vias locais, entre outros.

Gravíssimas

Infrações gravíssimas somam 7 pontos para o condutor que as recebe, já o valor da multa fica em R$ 293,47. Entretanto, nesse quesito, dependendo do caso, a infração pode ter seu valor multiplicado por dois, cinco até 10 vezes. São infrações gravíssimas: Conduzir sem possuir CNH ou com o documento suspenso; Conduzir segurando ou manuseando telefone celular; Dirigir após consumir bebida alcoólica ou drogas; Dirigir de forma perigosa ou disputando corrida, entre outros.

4 multas mais frequentes no trânsito

Agora que você já conhece os tipos de infrações que podem ser autuadas pelo condutor, vamos falar sobre as 4 multas mais frequentes de trânsito. São elas:

1. Excesso de velocidade

Em primeiro lugar, entre as multas mais frequentes no Brasil está o excesso de velocidade. Acaba se tornando comum, de “pisar” um pouco mais no acelerador, mas essa atitude quando não respeita os limites de velocidade em cada tipo de estrada pode resultar em uma situação ruim ao seu bolso.

Estar a 20% acima da velocidade permitida em determinada via, se caracteriza como uma multa média. Mas, se ultrapassar os 20% dessa velocidade permitida, ela se torna gravíssima. Portanto, atenção a velocidade que você anda.

 2.Dirigir sem cinto de segurança

O cinto de segurança é um item essencial no momento em que você entra em qualquer veículo, seja como condutor ou passageiro. Dirigir sem cinto de segurança ou estar com passageiro sem cinto é uma das multas mais frequentes no trânsito brasileiro.

Um detalhe que muitas pessoas não têm conhecimento é que dependendo de quantas pessoas estiverem no veículo sem cinto, o valor da multa pode ser multiplicado, ou seja, vai doer ainda mais no bolso de quem receber a infração.

 3. Avançar no sinal vermelho

Avançar o veículo no sinal vermelho é uma infração considerada grave, além dos pontos na carteira, a segurança no trânsito se torna perigosa por esse ato. Às vezes ao tentar passar rápido por um semáforo com indicação da luz amarela, para não pegar o vermelho, uma colisão entre veículos possui chances de acontecer.

O correto é diminuir a velocidade, parar e aguardar o sinal ficar verde novamente, além de evitar acidentes, seu bolso e sua CNH agradecem.

 4. Estacionar em local não permitido

Muitos motoristas no cotidiano não encontram uma vaga para estacionar seu veículo, e pela pressa ou por imaginar que fará o que precisa rapidamente, optam por deixar o carro em local não permitido.

Esse é outro erro frequente que ocorre no trânsito brasileiro, essa infração caracteriza-se como gravíssima podendo prejudicar muito a CNH do condutor, portanto, escolha sempre por vagas regulares.

Dúvidas a respeito das multas mais frequentes no Brasil

Respeitar as leis de trânsito é extremamente necessário para que a circulação continue tranquila, sem arriscar a vida de nenhum condutor. Mas, por descuido todos estamos suscetíveis a receber uma multa e algumas dúvidas são frequentes, como:

Como saber se levei multa da PRF?

Caso você tenha dirigido em uma rodovia e esteja com receio de ter levado uma multa, há uma forma de saber. É preciso entrar no site oficial da Polícia Rodoviária Federal, a PRF. Vá na aba intitulada “Consulta e pagamento de multas”, ali você precisa informar o Renavam do seu veículo e placa para conseguir fazer a consulta e verificar se há multa.

Como saber se a autuação vai virar multa?

Para uma autuação se tornar multa, precisa ser passado pelo prazo de 30 dias corridos. Nesse período você será notificado pelos Correios, se houve alguma infração cometida para então poder agir e recorrer, antes de se tornar uma multa.

Como preencher o recurso de multa PRF?

Se você receber uma autuação e quiser recorrer, terá de preencher o recurso da PRF, como há muitos campos a serem preenchidos pode acabar sendo um pouco confuso. Mas, basicamente, os dados necessários para preencher são os que estão grifados com um asterisco, como nome, identidade, CPF ou CNPJ, número da CNH. Posteriormente preencha também a parte de “Observações/Declarações”, em que vai ser colocado o documento a ser enviado para contestação, então é só assinar e está feito.

Conclusão

Dirigir exige responsabilidade e bons hábitos como o cumprimento das normas de trânsito. Respeitando da forma como é exigida pelas autoridades evita-se acidentes e infrações que possam se tornar multas.

Quanto se é um gestor de frota, o cuidado com multas é redobrado devido ao número de veículos de sua empresa. Para ajudar nesse trabalho, a LW Tecnologia oferece seus serviços de gestão, clique aqui para saber mais!

banner blog

#MULTAS, 4 multas mais frequentes, gestão de frota, lw tecnologia, multas mais frequentes no brasil


Redação LW Tecnologia

O conteúdo publicado e postado no blog é produzido pela equipe de marketing digital da LW Tecnologia. A qual conta com especialistas para abordar os assuntos da melhor forma possível aos seus leitores.

Comentar

Os comentários estão desativados.


Desenvolvemos uma nova maneira de visualizar, gerir e pagar os débitos veiculares recebidos pelas empresas. Através da tecnologia automatizamos a sua gestão.

Endereço
Rua XV de Novembro, 621 – 2.º andar | Centro, Curitiba – PR, 80020-310

Telefone
+55 41 3501-8315