"Meu carro quebrou": o que fazer?

“Meu carro quebrou”: o que fazer?

Uma das piores sensações para quem é motorista, é constatar: “meu carro quebrou no meio de um trajeto!”.  Essa situação fica um pouco mais complicada quando ocorre em rodovias ou em locais desconhecidos pela pessoa. Portanto, saber o que fazer em um caso como esse é muito importante, para sua segurança e também para evitar multas!

Para te ajudar, no artigo de hoje vamos contar o que fazer quando seu carro quebrou, além de dicas na estrada e acabar com as principais dúvidas. Confira!

O que fazer quando o meu carro quebrou?

A primeira atitude a ser tomada é manter a calma, não é fácil, pois o desespero pode surgir nesse momento. Mas, se acalmar vai ser a melhor forma para resolver a situação o mais rápido possível.

Primeiramente, se o seu carro quebrou não tente consertar ele na rua ou na rodovia em que você ficou parado. Essa atitude é considerada uma infração do Código de Trânsito, que diz:

Capítulo XV – DAS INFRAÇÕES

Art. 179

Fazer ou deixar que se faça reparo em veículo na via pública, salvo nos casos de impedimento absoluto de sua remoção e em que o veículo esteja devidamente sinalizado:

I – em pista de rolamento de rodovias e vias de trânsito rápido:

Infração – grave;

Penalidade – multa;

Medida administrativa – remoção do veículo;

II – nas demais vias:

Infração – leve;

Penalidade – multa.”

Se o seu carro quebrou em uma rodovia, o primeiro passo é sinalizar a outros veículos com o triângulo para evitar acidentes. Mas, antes de sinalizar, tente levar o veículo ao acostamento ou mais próximo a lateral para não atrapalhar o trânsito. O mesmo procedimento é indicado se ocorrer em uma rua movimentada.

Após conseguir tirar o carro do meio da rua ou rodovia, sinalize com o triângulo e então verifique o que pode ter ocorrido no veículo.

Como sinalizar a via?

A sinalização da via é muito importante para garantir que o fluxo de veículos continue funcionando com segurança, de modo que os outros motoristas possam estar alerta ao ver o triângulo e reduzam a velocidade para passar pelo carro quebrado, por exemplo.

Mas, não é apenas pegar o triângulo de sinalização no porta-malas e colocar atrás do seu carro. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), há uma medida correta para realizar essa ação.

O CTB indica que a sinalização seja feita a 30 metros do carro parado, na rua ou rodovia. Tornando mais simples, você pode contar 30 passos largos para saber que chegou mais ou menos a 30 metros.

Essa distância é indicada para que o condutor que estiver dirigindo em seguida tenha tempo para diminuir a sua velocidade, e realizar a mudança de faixa, caso seu veículo quebrado esteja parado no lado direito.

Segundo o CTB, a recomendação é de 30 metros, mas você precisa levar em conta a velocidade máxima, caso esteja em uma rodovia. Por exemplo, se a velocidade for 80 km/h, o triângulo de sinalização deve estar a 80 passos após o local onde o veículo foi parado.

Leia também: Quais são as multas mais frequentes no Brasil e como evitá-las

Recorrendo ao socorro quando o carro quebrou

Seu carro quebrou, mas você conseguiu levar ao acostamento e realizou a sinalização com o triângulo, ok! Vamos aos próximos passos para te ajudar a sair dessa situação:

Cheque a localização em que você está

Verifique o local em que você parou o veículo, repare nos pontos de referência próximos. Veja se há algum comércio, posto de gasolina ou oficina que possa ajudar. Atualmente, com os mapas online nos smartphones essa tarefa fica mais fácil de ser realizada. Após tomar conhecimento da localização, vamos ao detalhes do veículo.

Observe os sinais do veículo

Abra o capô do seu carro, olhe detalhadamente e procure por alguma alteração, vazamento ou fumaça, por exemplo. Verifique se os pneus estão cheios, se nenhum deles foi furado, se as luzes estão funcionando, etc. Essa etapa é importante para ajudar na seguinte!

Chame o socorro ou guincho

Entre em contato com a seguradora, caso seu veículo tenha seguro ou com um guincho. Passe a localização de onde seu carro ficou parado, dê pontos de referência para ajudar o socorro a chegar mais facilmente ao local e também explique caso tenha notado algo de diferente no veículo, como um pneu furado.

Aguarde a chegada do auxílio

Após o telefonema ao socorro, aguarde a chegada da seguradora ou guincho. Como comentamos anteriormente, tentar consertar sozinho o veículo pode resultar em uma penalidade. Portanto, espera seu auxílio que vai ajudar da melhor forma possível dependendo do seu caso.

Meu carro quebrou na estrada, o que fazer?

Quando o carro quebra é sempre um susto, pois ninguém está pronto para imprevistos. Mas, saber como agir faz total diferença na resolução do problema. Por isso, elencamos um passo a passo simples, para que você memorize sem dificuldades, caso venha a presenciar uma situação dessa:

  • 1) Mantenha a calma: Estresse e nervosismo não vão ajudar, respire fundo, acione o pisca-alerta e observe o local para ver onde poderá mover o veículo.
  • 2) Tire o carro da estrada: Após ter ligado o pisca-alerta e ter observado a movimentação da estrada ou rua, tente tirar o veículo da estrada. Buscando uma vaga na lateral ou acostamento.
  • 3) Sinalize com o triângulo: Com o carro parado com o pisca-alerta, é hora de sinalizar para os outros motoristas ficarem alertas. Pegue o triângulo de sinalização e posicione a 30 metros do veículo.
  • 4) Chame a ajuda: Realizada a sinalização, observe o local em que está e entre em contato para conseguir ajuda. Ligue para sua seguradora, guincho ou algum familiar que possa ajudar entrando em contato com essas empresas para irem até seu socorro. Pronto, agora é só aguardar a chegada de sua ajuda.

Dúvidas frequentes quando o carro quebra

É normal que haja dúvidas ao vivenciar a situação do seu carro quebrar, por isso reunimos as mais frequentes e quais as recomendações para serem feitas em cada uma delas. Confira:

O que fazer quando o carro quebra no meio da rua?

Fique calmo, tente liberar a via para que o fluxo não seja afetado pelo problema. Após liberar a pista, sinalize com o triângulo para segurança dos outros condutores e ligue para o resgate.

Como acionar o guincho da rodovia?

Quando você está na rodovia e realiza o pagamento de um pedágio, tem como direito a disponibilização de guincho em caso de problemas. Veja qual o nome da concessionária responsável pela rodovia e entre em contato avisando sobre a situação, normalmente a estrada deverá ter propagandas com o número, outra opção é buscar o telefone da empresa com a ajuda do seu smartphone.

Como usar o triângulo de sinalização?

Primeiramente, acione o pisca-alerta do seu carro, estacione de modo a liberar o fluxo do trânsito. Desça do veículo, pegue o triângulo e posicione-o a pelo menos 30 metros de distância. O que equivale a 30 passos largos, após a traseira do seu automóvel. Se estiver em rodovia, leve em consideração a velocidade média, exemplo: se for 60 km/h, posicione o triângulo a 60 metros do seu carro.

"Meu carro quebrou": o que fazer?

Como evitar que seu carro quebre

Problemas ocorrem em qualquer tipo de veículo, desde os mais simples até aos mais complexos. Mas há uma maneira de evitar ter de passar por situações complicadas, como do seu carro quebrar.

Não espere acontecer algum imprevisto, realize a manutenção preventiva sempre que possível ao seu automóvel. Dessa forma, é mais fácil identificar pequenos problemas no início e evitar que a quebra do carro ocorra.

Na manutenção preventiva, como o próprio nome diz, o objetivo é evitar que alguma coisa aconteça. Além de não precisar se preocupar, cuidar periodicamente do seu veículo vai ajudar seu bolso, pois problemas maiores com certeza serão mais custosos.

Por isso, pela segurança e economia, verifique sempre como estão as condições do seu veículo.

Conclusão

“Vish, meu carro quebrou!”, essa é uma expressão que nenhum condutor quer ter de utilizar, mas caso aconteça tenha em mente que se estressar não vai ajudar na resolução.Então, mantenha a calma e siga nossas dicas: leve o veículo para a lateral para não dificultar o trânsito e sinalize para os outros motoristas.

A LW Tecnologia pode te ajudar através do monitoramento das infrações de trânsito na prevenção de acidentes e manutenção antecipada em decorrência de uma direção mais agressiva do condutor.

"Meu carro quebrou": o que fazer?

#Antt, #MULTAS, gestão de frota, lw tecnologia


Redação LW Tecnologia

O conteúdo publicado e postado no blog é produzido pela equipe de marketing digital da LW Tecnologia. A qual conta com especialistas para abordar os assuntos da melhor forma possível aos seus leitores.


Desenvolvemos uma nova maneira de visualizar, gerir e pagar os débitos veiculares recebidos pelas empresas. Através da tecnologia automatizamos a sua gestão.

Endereço
Rua XV de Novembro, 621 – 2.º andar | Centro, Curitiba – PR, 80020-310

Telefone
+55 41 3501-8315